Doce de Coco

O belo Ribeirão da Ilha, um dos mais tradicionais bairros de Florianópolis, transformou-se no principal cenário do filme. A cidade de Antônio Carlos também serviu como locação, por sua bela igreja matriz e praça principal.

O cronograma de produção foi cumprido com sucesso, encerrando-se dois dias antes das 5 semanas previstas.

Assista ao trailer

DOCE DE COCO narra a história de Madalena, uma sacoleira, e seu marido Santinho, artesão sacro, num momento em que a crise econômica do país também abala as finanças da família. Para sair da situação difícil em que se encontra, o casal apela para as apostas na loteria, até que a mulher tem um sonho fantástico: a existência de um tesouro enterrado no cemitério da pequena cidade em que vive, a imaginária Fartura. O problema é desenterrar o tesouro, quando o casal vive situações embaraçosas e muito hilariantes.

Filme Popular:
O projeto do cineasta Penna Filho é para um filme popular, com a expectativa da empatia do público, que poderá se identificar com inúmeros personagens e situações tipicamente comuns ao nosso povo. Narrado de forma simples, quase linear, o filme poderá ser facilmente assimilado pelas platéias.

Na verdade, o sonho de Penna Filho é que Doce de Coco lembre a boa comédia brasileira, também com alguns toques da comédia de fundo social dos mestres italianos Etore Scolla, Mário Monicelli e Victorio de Sica.

Veja as fotos

FICHA TÉCNICA

Roteiro e Direção:
Penna Filho
Direção de Fotografia: Adriano Barbuto
Produção Executiva: Guido Zandonai
Direção de Arte: Fabiana Penna
Técnico de Som: Leonardo Gomes
Maquiagem: Adriana Bernardes
Cenotécnico/maquinista: Orlando Baptiston ,Pedro  Pedro Luassu Baptiston, Ricardo Pereira de Camargo
Eletricistas: Miguel do Vale Neto e João Ernesto “Catanha” dos Santos
Assistentes de câmera: Wilson Bonifácio e Marcos Vinicius D`Elboux
Assistente de direção: Daniel Marés
Continuista: Tatiana Lee
Produção de Arte: Helton Matias, Mariane Feil, Adilson Savi
Equipe de Produção: Flavio Rosa, Victor Fabiano Ferreira, Ariane Romanha Melato, Silvio Cezar Nazário
Microfonista: Alexandre Alcides da C. Neto
Figurino: Emanuela da Rosa Vieira
Estagiários: Clóvis Ghiorzi Ribeiro  e Ramon Atanásio dos Santos
Motorista: Wanderlei Araújo
Película: Negativos Fuji
Formato: 35 mm
Duração estimada:100 minutos
Laboratórios: Labocine(RJ) e Cinema (SP)
Estúdio de som: VTI (RJ)
Som: Dolby

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *